Copyright© 2017-2019 - Todos os Direitos Reservados -  Elizeu Cardoso

Desenvolvido por Jonathas Sales

30 Aug 2018

- Eu sempre imaginei, mas agora tenho certeza, a cidade foi obra do diabo! – Bradou o marido, limpando o suor da testa, deixando o gadanho de lado. Fez uma pausa, em seguida continuou o serviço de arrumar as folhas que caíam da mangueira – Maldita hora em que tu foi te...

26 Aug 2018

Assim que nasceu, se pôs em pé. Depois que aprendeu a correr, nunca mais parou. Não havia distância que lhe fosse grande, tudo era ali ou logo ali. A qualquer hora e para qualquer lugar, Cipriano saía em disparada feito bicho em galope.

O avô vendo que o neto não se aqu...

14 Aug 2018

O rangido da porta lhe acordou. Abriu os olhos com dificuldade e bocejou alto e longamente. Que novidade seria esta que ele trazia, pois nem esperou o dia nascer direito? O vento frio ainda soprava, e apenas um ou outro galo cantava nos quintais, em distâncias que não...

7 Aug 2018

Desde que nasceu, chorava. Aquele bezerro, desmamado e sem forças, nunca sentira o gosto do leite da mãe. As tetas dela estavam tão grandes e duras que pareciam outras vacas nascendo do seu próprio corpo, o que lhe causava um cansaço visível.

A viúva, dona da fazenda, j...

3 Aug 2018

A primeira vez que eu morri andava pelas sombras da Praia Grande. Dirigia-me de cabeça baixa para a Praça da Faustina, observando os besouros escuros que caíam na calçada, quando aquele homem me confundindo com o amante da sua esposa me desferiu golpe mortal.

Faca com...

Please reload

Posts Em Destaque

UM GALO PARA DUAS CABEÇAS

August 11, 2017

1/5
Please reload

Posts Recentes
Siga

January 15, 2020

January 3, 2020

December 29, 2019

December 21, 2019

December 18, 2019

December 17, 2019

October 28, 2019

September 23, 2019

Please reload

Arquivo
Procurar por tags
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square